segunda-feira, 11 de abril de 2011

Camisinha Anti-Estrupo



Quarenta anos atrás a médica sul-africana Sonnet Ehlers estava em plantão quando atendeu uma mulher vítima de estupro. A mulher estava tão machucada que Sonnet a classificou como “uma morta- viva” e não conseguiu salvar a vida dela. Mas a médica jurou que faria algo para impedir que coisas assim acontecessem novamente, e cumpriu sua promessa. Ela inventou a camisinha feminina “com dentes”.
O nome da invenção é “Rape-aXe” (“Rape”, em inglês, é estupro e “Axe” é machado). A mulher insere o objeto de látex como se fosse um tampão na vagina. Os ganchos – os tais dentes – não entram em contato com o corpo da mulher, mas se um homem tentar abusar da usuária eles ficam “fincados” no pênis do estuprador.
Assim que é afixada, apenas um médico consegue remover com segurança a Rape-aXe, forçando o estuprador a ir para o hospital e se identificar. Sonnet planeja distribuir 30 mil exemplares da Rape-aXe durante a Copa do Mundo e garante que conversou com ginecologistas e outros especialistas para garantir que o produto fosse seguro para a mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário